Não é hora de jogar a toalha

Por Iram Alfaia

Apesar da grave crise econômica com claro sinais de estagnação, o Brasil continua na posição de 7ª maior economia do mundo com suas reservas cambiais ultrapassando os R$ 300 bilhões. Diferente de outros países, tem condição robusta de enfrentar os percalços da economia internacional.

No campo político, há um nítido avanço de uma pauta conservadora, mas o Congresso está em pleno funcionamento com o setores progressistas e organizados da sociedade pressionando legitimamente por um outro caminho.

Na mesma direção, instituições como Ministério Público, Polícia Federal, STF e imprensa gozam de total liberdade e até abusam das suas prerrogativas

Como diz o ex-governador de São Paulo, Claudio Lembo, direitista declarado, o Brasil respira democracia com suas instituições em pleno funcionamento.

Num tom de brincadeira, ele ainda aposta que caso o filosofo Montesquieu estivesse vivo, conhecido pela sua teoria da separação dos poderes, ficaria vibrando com a realidade tupiniquim.

É claro que enfrentamos um quadro político e econômico nebuloso, mas definitivamente não é hora de jogar a toalha. O gigante está vivo. O debate político precisa continuar, os movimentos sociais necessitam estar mobilizados e as trincheiras nas redes sociais em pleno funcionamento.
Podemos não concordar com a política fiscal em andamento, mas temos o dever de reagir a qualquer tentativa golpista contra um governo eleito de forma soberana pelo povo. Quanto às pesquisas, vale lembrar a máxima dos marqueteiros: “ela retrata apenas o momento”.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s