Decote e minissaia na Câmara: Prendam Pierre Cardin!

minissaia

Por Iram Afaia

Em meio a crise política, os deputados aproveitaram para apimentar ainda mais o ambiente no Congresso. É que a Mesa diretora da Câmara dos Deputados pretende estabelecer regras mais rígidas para as vestimentas de quem transita pelo local. O uso de minissaia e decote, por exemplo, são alvos do novo código a ser estabelecido.


Diversos setores de fora e de dentro da Casa reagiram de imediato. Da balbúrdia, predominou a opinião mais sensata segundo a qual o parlamento tem problemas muito mais sérios para resolver.

O fato burlesco nos faz lembrar a obra de Sérgio Porto ou Stanislaw Ponte Preta como era mais conhecido. Num dos trechos dos livros da série FEBEAPA (Festival de Besteira que Assola o País), ele conta que a minissaia, ao ser lançada no Rio, foi execrada em Belo Horizonte.

O então delegado mineiro de Costume declarou à imprensa local que “prenderia o costureiro francês Pierre Cardin, caso aparecesse na capital mineira para dar espetáculos obscenos, com seus vestidos decotados e saias curtas”.

Disse ainda o delegado: “A tradição de moral e pudor dos mineiros será preservada sempre”. Em apoio ao comissário, o deputado estadual Lourival Pereira da Silva fez um duro discurso na Câmara sobre o tema “Ninguém levantará a saia da Mulher Mineira”.

Comparados, os dois episódios nos revelam que Stanislaw Ponte Preta está muito atual.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s