O ódio chega ao seu apogeu

janaina

 

Por Iram Alfaia

Nunca é demais lembrar que a violência, o preconceito e o racismo sempre estiverem presentes na sociedade brasileira de forma implícita ou mascarada. Na obra Raízes do Brasil, Sérgio Buarque de Holanda já revelava essas contradições e derrubava o mito do brasileiro cordial.

Com os avanços sociais durante séculos, a expectativa é que esses sentimentos perversos fossem no mínimo amenizados.

Porém, o que se vê desde a última campanha eleitoral é uma onda crescente de intolerância e ódio de classe. Alimentados por uma mídia golpista, organizações de direita fazem o trabalho de propagar esse ódio que chega ao seu apogeu.

Três episódios recentes retratam bem esse momento:

De linha fascista, o Movimento Endireita Brasil, por exemplo, ofereceu R$ 1.000 a quem hostilizasse Ciro Gomes no restaurante em São Paulo.

“Se alguém estiver por perto, hostilize o cara. Mas ele é esquentadinho. Filmem”. “Seu babaca”, respondeu o ex-ministro numa filmagem feita pelo seu filho.

A revista Istoé abriu sua edição semanal com a matéria “Uma mulher fora de si”, uma peça de conteúdo misógino e de verdadeira ficção contra Dilma.

Num discurso ensandecido na USP, Janaina Paschoal (foto), advogada do golpe, perdeu a linha destilando ódio contra o que ela chamou de “República da Cobra”.

Em todos os casos as reações foram imediatas. A AGU já acionou o Ministério da Justiça contra a revista; e, no caso da advogada, as respostas vieram em tom de piada nas redes sociais.

Na Roma antiga, nas suas “Catilinárias”, Cícero já dizia que “a violência significava a morte da política e a derrocada de qualquer possibilidade de espírito público”.

Portanto, o momento é de desarmar os espíritos e levar a política para o campo racional, de onde para o bem da democracia e do Estado de Direito, nunca deveria ter saído.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s