O marketing da manada a favor do golpe

manada

Por Iram Alfaia

A semana começa com o vazamento do pronunciamento à nação de Temer já sentado na cadeira da presidente. Os passos seguintes são o desembarque da base aliada do PP e PSD. Todos os acontecimentos recebem ampla cobertura dos veículos de comunicação.

Os últimos atos são classificados pela mídia golpista como “o efeito manada”, ou seja, já sabendo que o impeachment é inevitável os parlamentares correm para o lado vitorioso. “Só um milagre salva o governo”, anunciam.

Não há como negar os fatos. Assim como Temer conspira nos bastidores contra Dilma, os partidos da base aliada estão anunciando desembarque.

Porém, podemos ter outra leitura sobre esses episódios. Trata-se de ação pesada do marketing político ou o marketing da manada.

Isso porque, seria muita ingenuidade achar que o governo jogou a toalha a altura do campeonato. O time de Dilma está em campo apoiado por multidões prontas para ocuparem às ruas deste país. Um clima totalmente diferente da época Collor.

A presidente está na ofensiva. Caso se mantenha no cargo, disse que quer um pacto com a oposição. Em coletiva, um dos seus ministros mais próximos diz que está convencido de que o governo tem número para barrar o golpe e construir uma nova base. Pelo seu cálculo, o governo tem mais de 200 votos.

Até domingo as negociações prosseguem de tal forma que não dá para antecipar resultado. O jogo está sendo jogado.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s